Influenciadores do Bem

O Hospital Infantil foi escolhido para ser a instituição beneficiada pelo Bazar #influenciadoresdobem, organizado por influenciadores digitais de Joinville em parceria com o Garten Shopping. Com a venda das peças, foram arrecadados R$38.180,47 que serão utilizados para a compra de televisores para os quartos dos setores de internação.

influenciadores

Anúncios

Anjos de Plantão

Pra você, o que é ser um super-herói? Usar uma roupa especial, ter superpoderes ou salvar o mundo? Para os integrantes do grupo de voluntários Anjos de Plantão, o mais importante é espalhar alegria por onde for. Vestidos como super-heróis, os voluntários realizam ações mensalmente no Hospital Infantil com o objetivo de alegrar os pacientes internados.

anjos_plantao1

Há dois anos atuando no Hospital Infantil, o Anjos de Plantão foi idealizado por conta do sonho de um dos integrantes em fazer trabalho voluntário. Eduardo Correa escreveu o projeto e reuniu amigos que se interessaram pela ideia. O grupo cresceu e hoje conta com 25 voluntários.

anjos_plantao2

Tainara Zampieron foi uma das primeiras pessoas a entrar no grupo. Para ela, o trabalho voluntário no hospital ajuda as crianças a tirarem o foco da doença e da tristeza. “Nosso maior objetivo é levar alegria para as crianças. Eu acredito que elas são a fonte mais pura e verdadeira de amor. Nada é mais gratificante do que ver o sorriso no rosto delas”, explica Tainara.

anjos_plantao3

Corações solidários (2)

O Hospital Infantil recebeu uma doação do Lions Clube Cidade de Joinville de aproximadamente 200 jogos lúdicos para os adolescentes internados nos setores de Oncologia e de Saúde Mental. Os materiais serão utilizados em trabalhos terapêuticos pela equipe multidisciplinar com os pacientes.

lions1

Corações solidários (1)

Internado no setor de Oncologia do Hospital Infantil, Pedro Henrique faz tratamento contra leucemia. Por causa da quimioterapia, seus cabelos começaram a cair. Para resolver esta situação, a Barbearia Ministro disponibilizou um profissional para raspar a cabeça do pequeno que além de ganhar um novo visual, se divertiu com o cabeleireiro Márcio Henrique de Oliveira. “Há tanta coisa que pode ser feita pelo próximo, por isso me coloquei à disposição para ajudar”, observa Márcio.

voluntariado1.2voluntariado1.1voluntariado1.3

Páscoa mais feliz (5)

Graças ao trabalho de voluntários e doações de vários corações solidários, a Páscoa dos pacientes do Hospital Infantil foi recheada de felicidade. Durante toda a semana, os pequenos receberam muitas visitas especiais, como você acompanhou no blog Anjos da Guarda. Para completar a programação, o Grupo Red fez uma apresentação de teatro e a Banda Menos Um animou os pacientes com muita música. O coelho mascote do Joinville Esporte Clube também visitou o Hospital Infantil.  “Somos muito gratos a todos que colaboraram de alguma forma para que a Páscoa dos nossos pacientes fosse ainda mais feliz”, agradece a coordenadora de Projetos e Ações Sociais, Quésia de Araújo Grellmann.

pascoa5_4pascoa5_2pascoa5_3pascoa5_1

Páscoa mais feliz (4)

Como parte do Multiplicar, projeto do Hospital Infantil que tem como objetivo a melhoria contínua no atendimento ao paciente por meio de atividades multidisciplinares, foi realizada a oficina Tem criança na cozinha especial de Páscoa. A oficina visa incentivar bons hábitos alimentares e ensinar receitas saudáveis aos pacientes e acompanhantes, sempre com a supervisão das nutricionistas que elaboram as receitas de acordo com as restrições dietéticas. Para celebrar a chegada da Páscoa, os pacientes fizeram amendoim com chocolate e produziram cones de papel decorados.

pascoa4_2pascoa4_3pascoa4_1

Páscoa mais feliz (3)

Apesar de o coelho ser tradicional na Páscoa, outro animal também encantou os pacientes do Hospital Infantil. O grupo Um polvo de amor, entregou polvos feitos de crochê para pacientes dos setores de internação e das UTIs. A voluntária Gizele Correia de Figueiredo explica que os materiais utilizados para fazer o artesanato são todos doados e a mão de obra é voluntária. “Ver a alegria das artesãs ao entregar o produto pronto e as crianças retribuírem com sorrisos é muito gratificante”, revela Gizele.

pascoa3.2pascoa3.1pascoa3.3