Amizade que faz o bem

Quando os olhos da golden retriever Toscana cruzam com os olhos do educador canino Edmundo Sales, não é preciso dizer nenhuma palavra: eles se entendem pelo olhar. Juntos há 7 anos, eles não são mais cão e adestrador, mas dois grandes amigos. Durante as visitas ao Hospital Infantil, a cachorra se torna o centro das atenções entre pacientes, acompanhantes e colaboradores. Mas hoje, o protagonista é seu parceiro Edy, que tem muita história para contar.

Desde criança, Edy gostava de animais, mas sua grande paixão sempre foram os cães. Formado em Publicidade e Propaganda, trabalhou na área de criação e vendas. Em 2009, após sofrer um acidente envolvendo um cachorro, descobriu que seu destino era juntar sua paixão com a profissão. Começou a fazer vários treinamentos para aprender as técnicas de adestramento e se especializou em comportamento canino. “Eu vejo os cães como eternos professores, eles nos trazem muito aprendizado.”, observa Edy.

Em 2013, junto com a amiga Joana Faria de Camargo, desenvolveu o projeto de Cinoterapia, com o objetivo de realizar atividades terapêuticas com crianças por meio dos cães. Neste mesmo ano, iniciou o voluntariado com a Tosca no Hospital Infantil. “Poder realizar o voluntariado dentro da minha profissão é uma satisfação enorme. Eu faço isso de coração aberto porque preenche minha alma”, declara.

Edy e Tosca já fizeram parte de muitas histórias no Hospital Infantil. “A gente se emociona em ver uma criança que não caminhava e consegue iniciar a fisioterapia ao lado da Tosca, por exemplo”, relata o adestrador. Mais que afinidade, a dupla criou um vínculo de amor pelo o que fazem juntos. “Eu fico feliz em vê-la, ela fica feliz em me ver e toda vez que eu vou busca-la para ir ao hospital, parece que a felicidade dela é imensa porque ela sabe exatamente o que vai fazer”, resume

Anúncios

Corações solidários (24)

A estação mais fria do ano está chegando, mas ações solidárias como as campanhas do agasalho são capazes de aquecer corações dos que doam e dos que recebem. O Grupo Tigre doou mais de 1.400 peças de roupas e 80 pares de calçados ao Hospital Infantil, por meio de uma campanha realizada na empresa. Foram dois meses coletando roupas, calçados e cobertores junto aos colaboradores. Em Joinville, mais de 200kg de roupas foram doadas.

Corações solidários (23)

O Hospital Infantil recebeu a doação de garrafas pet decoradas para serem utilizadas por crianças e adolescentes que fazem teste diário de glicemia e aplicação de insulina. A ação faz parte do projeto “Descarte Humanizado” que tem o objetivo de incentivar o descarte correto de agulhas utilizadas por pacientes diabéticos. Os materiais foram produzidos por alunos do curso de Técnico em Enfermagem do Instituto Pró-Rim.

De acordo com a professora Sandra Paladino, por não saber onde descartar as agulhas, a maioria dos pacientes faz o descarte no lixo comum, podendo causar acidentes. “A ideia é que depois de encher as garrafas, o paciente encaminhe para uma unidade de saúde ou acione o serviço de limpeza urbana para recolher”, esclarece Sandra.

Corações solidários (22)

Uma ação dos jogadores do JEC/Krona Futsal beneficiou o Hospital Infantil com fraldas e produtos de higiene pessoal. Em todos os jogos, os torcedores são incentivados a doar esses itens que são destinados a diferentes instituições de Joinville e região. No Hospital Infantil, os produtos serão encaminhados para pacientes e acompanhantes que necessitam durante a internação.

Corações solidários (21)

O setor de Ações Sociais do Hospital Infantil recebeu a doação de mais de 180 peças íntimas para serem disponibilizadas a pacientes e acompanhantes com vulnerabilidade social ou que necessitem durante a internação. As peças foram produzidas pelo Projeto Abençoar, que há 22 anos realiza trabalhos sociais em Joinville. O contato com a instituição foi por intermédio de uma colaboradora do hospital que faz parte do grupo voluntário.

Corações solidários (20)

Um projeto social organizado pela Inovar Habitacional arrecadou cerca de 1.300 litros de leite que foram doados ao Hospital Infantil. Desde 2016, o projeto, que consiste em arrecadar 80 litros de leite a cada venda de imóvel, tem como objetivo ajudar organizações voltadas a crianças e adolescentes.

Corações solidários (19)

O Hospital Infantil foi beneficiado com 20 órteses para auxiliar no tratamento de pacientes com problemas ortopédicos. A doação foi feita pelo Rotary Clube Sul de Joinville, que arrecadou R$8 mil para a aquisição das botas ortopédicas. Em 2018, quando foi criado o banco de órteses na instituição, o hospital recebeu a doação de 24 botas dos Clubes de Rotary Leste, Pirabeiraba, Norte e Sul de Joinville.