Projeto Shirla

A autoestima elevada representa muito mais do que a satisfação com a beleza, ela também pode influenciar na saúde e na qualidade de vida de uma pessoa. Para quem está internado ou acompanhando um filho no hospital, por exemplo, receber um cuidado especial faz a diferença. É o que acontece mensalmente com as mães e pacientes do Hospital Infantil graças ao Projeto Shirla, realizado pelo Centro de Beleza Monic’s.

shirla02

O projeto surgiu há quatro anos, quando uma colaboradora do Hospital Infantil sugeriu para a cabelereira Noeli Inez Santos da Silveira para fazer ações com os pacientes internados e seus acompanhantes. A cabeleireira, que sempre quis trabalhar com crianças, viu então uma oportunidade de realizar um sonho e fazer bem ao próximo utilizando o seu dom de embelezar pessoas.

shirla03

Para Noeli, a cada visita no hospital é uma alegria por ver a satisfação de quem recebe seu gesto. “Eu cuido da beleza das mulheres, eu cuido da autoestima de pessoas e eu cuido da minha autoestima fazendo esse trabalho voluntário aqui do hospital. Ter esse momento com as crianças é gratificante demais”, conclui Noeli.

shirla04

Anúncios

Feliz McDia Feliz!

Neste sábado, 25 de agosto, será realizada mais uma edição do McDia Feliz. Pela décima vez consecutiva, o setor de Oncologia do Hospital Infantil será beneficiado pela campanha. Além da arrecadação de recursos com a venda do Big Mac, a instituição conta com o apoio e a solidariedade de vários voluntários que abraçaram a causa da luta contra o câncer infatojuvenil. São pessoas que vão doar parte do seu dia para divulgar a campanha nos restaurantes McDonald’s de Joinville, Barra Velha e Jaraguá do Sul.

mcdia_voluntarios

O amor constrói

Hoje, o Hospital Infantil realizou o lançamento oficial da campanha McDia Feliz em Joinville. Na ocasião, também foi lançado o vídeo com o tema da campanha deste ano na instituição, reunindo pessoas que fazem parte dessa rede de solidariedade. Assista ao vídeo e abrace essa causa que faz a diferença na vida de crianças e adolescentes! #McDiaFeliz2018 #HospitalInfantil

Voluntariado Arteris

Um dos grupos de voluntários que atua há mais tempo no Hospital Infantil é formado por colaboradores da Arteris – Litoral Sul. Uma vez por mês, o grupo realiza diversas atividades com os pacientes e acompanhantes. A ação faz parte de um projeto social da empresa que disponibiliza alguns funcionários durante o expediente para alegrar as tardes das crianças hospitalizadas.

arteris3.JPG

Cerca de 20 funcionários da Autopista estão envolvidos no projeto. De acordo com o voluntário Diego Rodrigues Pereira, os funcionários se revezam mensalmente para vir ao hospital. Para realizar as atividades, além dos funcionários a Autopista também disponibiliza os materiais utilizados, como tintas, pincéis e jogos.

arteris2

Para Diego é gratificante realizar esse trabalho com as crianças e acompanhantes para levar um pouco de alegria e descontração. “Eu acredito que a gente veio ao mundo para servir e não para ser servido. Então, a gente só pensa em tirar as crianças daquela rotina e se divertir junto com eles”, conta Diego.

arteris1

Corações solidários (4)

Na quinta-feira, 12 de julho, foi realizado o lançamento do livro de literatura infantil As aventuras de Malí e Tetéo, do autor Teo Bernardes, no anfiteatro do Hospital Infantil. O livro está sendo vendido no valor de R$29,90 e parte do valor será doado para a realização de projetos sociais no hospital. Para adquirir seu livro ou ter mais informações sobre a obra, acesse o site www.asaventurasdemalieteteo.com.br.

livro2livro3livro1

Criação do Banco de Órteses Ortopédicas

O Hospital Infantil foi beneficiado com a compra de 24 órteses para serem utilizadas em pacientes com pé torto congênito, um problema ortopédico que atinge 1 a cada 1000 crianças nascidas. A aquisição das botas ortopédicas foi possível graças a doação de 3 mil dólares doados pelos Clubes de Rotary Leste, Pirabeiraba, Norte e Sul de Joinville.

orteses1

A iniciativa para adquirir as órteses partiu da ortopedista do Hospital Infantil, Helena Elisa Stein, tendo em vista que o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece todo o tratamento, mas não fornece as botas ortopédicas. “Essa doação vai ajudar não só as crianças de Joinville como de toda a região e ao invés de serem estigmatizadas, vão poder correr e brincar normalmente”, declara a médica.

orteses2
De acordo com o presidente do Rotary Clube Leste, Gilberto Leal, esse foi apenas um primeiro passo, pois o Rotary pretende ampliar o projeto. “Nós abraçamos essa causa após a palestra da doutora Helena que nos sensibilizou ao mostrar a importância das órteses para o tratamento dessas crianças”, conta Gilberto.

orteses3