Páscoa mais especial (5)

Para encerrar a programação especial de Páscoa do Hospital Infantil, a equipe multidisciplinar da instituição preparou um piquenique para os pacientes internados. Com a contribuição da Fábrica de Festas e da Valkiria Festas, foi montado um espaço decorado com tema pascoal. Para o piquenique ficar ainda mais completo, o hospital contou com a La Paglia, Dona Zeny, Edegu Distribuidora de Alimentos e Yerp Bomboniere para compor a mesa de doces.

Os pacientes também receberam a visita do time do JEC Krona Futsal que além de interagir e brincar pelos corredores, ajudaram a coelha a distribuir chocolates doados pela Cacau Show. Para a coordenadora de Ações Sociais, Quésia de Araújo Grellmann, essas ações são possíveis graças à ajuda de voluntários, empresas e parceiros. “Agradecemos imensamente a solidariedade de cada um que contribuiu para que a Páscoa de nossos pacientes fosse ainda mais especial”, agradece Quésia.

Anúncios

Páscoa mais especial (4)

Saltitando pelos corredores, a coelha divertiu pacientes, acompanhantes e colaboradores do Hospital Infantil. A pequena Isis Emanuely de Oliveira não escondeu a alegria ao posar para a avó registrar uma foto com a personagem. A ação foi realizada pelo grupo Elas que distribuiu doces para os pacientes em atendimento no ambulatório. Além das crianças, familiares e colaboradores da instituição também ganharam chocolate para adoçar mais um dia da programação especial de Páscoa.

Páscoa mais especial (3)

Por meio de doações de empresas e pessoas físicas, a Páscoa dos pacientes do Hospital Infantil está recheada de doces e chocolates. Na tarde desta terça-feira, 16/04, um grupo de voluntários distribuiu kits de guloseimas arrecadados pela Parter Trading com apoio da Vithai Academy. Os pacientes receberam os kits das mãos da coelha que encantou os pequenos.

O Hospital Infantil também foi beneficiado com mais de 800 caixas de chocolate por meio de uma campanha promovida por Deluana Hamann.

Páscoa mais especial (2)

Dando continuidade à programação especial de Páscoa, os pacientes do Hospital Infantil contaram com a visita do grupo Naninhas do Bem, de Florianópolis. Durante a ação, foram entregues naninhas personalizadas nos setores de internação.

Além das visitas e distribuição de chocolates e presentes, a Páscoa do Hospital Infantil está ainda mais bonita graças ao Laboratório da Noiva e a Ballon Haus Boutique que decoraram as recepções da instituição.

Páscoa mais especial

O setor de Ações Sociais do Hospital Infantil preparou uma programação especial de Páscoa para os pacientes. A primeira atividade iniciou com um teatro apresentado pelas voluntárias da Igreja do Evangelho Quadrangular Copacabana. Além da peça sobre felicidade, o grupo distribuiu kits de guloseima. As ações continuam até quinta-feira, 18/04, para deixar a Páscoa dos pacientes ainda mais feliz.

Heroína da vida real

No espelho iluminado, a Mulher Maravilha faz os últimos ajustes para iniciar mais uma missão: dar força aos pacientes do Hospital Infantil. Por trás da tiara, da roupa e da capa vermelha, como todo super-herói, ela possui outra identidade. Na vida real, Juliana Preis não possui superpoderes, mas utiliza sua boa vontade para salvar o mundo por meio do voluntariado.

Desde 2015, Juliana faz parte do Anjos de Plantão, um grupo de voluntários que se veste de super-herói para atuar em causas sociais. Formada em Gestão da Qualidade, Juliana sempre teve contato com processos operacionais na área industrial. Foi a partir do voluntariado no Hospital Infantil que descobriu a paixão por trabalhar com pessoas. “Eu percebi que não sou de máquinas, sou de gente”, afirma.

Atualmente, Juliana trabalha em um call center e se sente feliz com o que faz. Mas a mudança de área vai ainda mais longe. Neste ano, a voluntária começou a faculdade de Serviço Social. “O voluntariado despertou a vontade de me doar mais. Hoje, com 35 anos, estou me encontrando nessa área”, revela a futura assistente social.

Inspirada em fazer a diferença na vida das pessoas, Juliana uniu missão e vocação em uma única causa. Para ela, ser voluntário é saber se doar mesmo nos dias mais difíceis. “É preciso estar bem para fazer o bem. A partir do momento que eu coloco a minha fantasia, não sou mais a Juliana, sou uma heroína”, argumenta. E quando perguntam como ela se sente ajudando o próximo, a resposta é espontânea: “Eu me sinto a Mulher Maravilha!”.

Corações solidários (17)

O Hospital Infantil foi contemplado com mais de R$14 mil pelo Troco Amigo da Panvel Farmácias. A iniciativa consiste em estimular os clientes a doarem qualquer quantia do seu troco para beneficiar instituições de saúde. O valor doado ao Hospital Infantil será destinado a projetos da área de ações sociais da instituição.